Coliseu no Ceará 01

Postado em 05 de abril de 2015

O Brasil é mesmo um país de distorções pitorescas. Uma delas está acontecendo no pequeno município de Alto Santo, no Ceará. A prefeitura da cidade está construindo um estádio de futebol cuja fachada é inspirada no Coliseu da Roma antiga. O assunto já virou polêmica: a obra ainda está longe de ser concluída e já custou aos cofres da cidade mais de um milhão e meio de reais.

Coliseu no Ceará 03O Coliseu original foi construído onde antes havia um lago. A versão de Alto Santo também custou o aterramento de um açude (coisa que não faz falta no sertão?). A capacidade do estádio será maior que toda a população da cidade que é de dezesseis mil habitantes.

O diretor de esporte de Alto Santo justifica dizendo que a obra vai trazer benefícios para toda a economia da cidade. O curioso é nem o time de futebol existe mais. Ele foi desativado em 2009.

A construção já se arrasta há cinco anos, mas ainda há muito a ser feito. É uma imagens que contrasta com a paisagem do sertão. Os moradores consideram um desperdício de dinheiro público, que poderia ter sido aplicado em escolas ou na saúde. Alguns concordam que a obra vai trazer projeção para a cidade.

Coliseu no Ceará 04O Ministério do Esporte informou que repassou à prefeitura de Alto Santo R$ 618 mil, liberados a partir de emendas parlamentares. O Ministério Público Federal abriu um inquérito em 2012 para investigar possíveis irregularidades na execução da obra. Os promotores informaram que vêm acompanhando, junto à Caixa, a aplicação dos recursos. E tinham recebido do banco um ofício que apontava irregularidades. Mas, a Caixa esclareceu que a prefeitura já regularizou a situação e que 90 % da obra já teriam sido concluídos.

Notícia compilada de G1.

Coliseu no Ceará 02

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>