enhanced-buzz-wide-9914-1413192990-14

Esqueleto foi encontrado na Bulgária com pedaços de ferro cravados na região do peito

Sempre fomos levados a crer que histórias de vampiros eram coisa de ficção ou lenda. Mas elas agora ganharam um pouco de realidade na Bulgária, onde um “cemitério de vampiros” foi revelado em escavações.

A descoberta foi feita pelo professor Nikolai Ovcharov, conhecido como o “Indiana Jones da Bulgária”, que tem dedicado sua vida a desenterrar mistérios de civilizações antigas. O arqueólogo descobriu os esqueletos enquanto escavava as ruínas de Perperikon, uma cidade da Trácia antiga, localizada no sul da Bulgária e perto da fronteira com a Grécia.

Arqueólogo descobre sepultura de vampiro da Idade Média 02O indício de que um dos corpos encontrados se tratava de um suposto “vampiro” é que ele estava com um pedaço de ferro cravado no peito. A perna esquerda abaixo do joelho também tinha sido removida e deixada ao lado do esqueleto. A ossada data do século XIII, época em que se acreditava que um vampiro só podia ser morto com uma punhalada no coração.

A descoberta é a terceira na Bulgária e tem uma forte semelhança com duas sepulturas anteriores encontradas em 2012 e 2013 na cidade litorânea búlgara de Sozopol, a 200 quilômetros a leste de Perperikon, e que foram apelidadas de “os vampiros gêmeos de Sozopol”.

No início deste mês, arqueólogos turcos disseram ter descoberto o que seria a sepultura do príncipe romeno Vlad III, que, segundo a lenda, costumava empalar seus inimigos.

O achado se deu durante um projeto de restauração no antigo Castelo Tokat, onde os otomanos aprisionaram o príncipe, em meados do século XV. Os pesquisadores descobriram um túnel secreto que levava a um abrigo militar. Duas masmorras também foram descobertas no castelo, uma delas, a de Vlad III.

— Tentamos esclarecer a história com as camadas de estrutura que desenterramos — disse ao “Hurriyet Daily News” o arqueólogo İbrahim Çetin, que trabalha nas escavações. Ele disse que a equipe encontrou ainda cubos de comida e um terraço aberto, bem como o abrigo militar e masmorras que foram “construídas como uma prisão”. — O castelo é completamente cercado por túneis secretos. É muito misterioso — disse ele.

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>