Santa 01

“Santa Maria”, embarcação naufragada há quinhentos anos pode ter sido encontrada no Haiti.

Maio de 2014

Santa 04Mais de cinco séculos depois do naufrágio da caravela “Santa Maria” de Cristóvão Colombo, arqueólogos acreditam ter encontrado no Caribe destroços do navio. A descoberta está localizada no fundo do mar ao largo da costa norte do Haiti. É provável que seja uma das mais importantes descobertas arqueológicas subaquáticas do mundo.

“Todas as evidências sugerem que tenhamos encontrado o famoso carro-chefe de Colombo, a Santa Maria”, disse o líder de uma recente expedição de reconhecimento ao local, um dos principais investigadores arqueológicos subaquáticos da América, Barry Clifford. “O governo haitiano tem sido extremamente útil – e agora precisamos continuar trabalhando com eles para realizar uma escavação arqueológica detalhada dos destroços”, disse ele.

Santa 05A identificação do navio foi possível devido a pequenas descobertas esparças feitas por outros arqueólogos a partir de 2003. Neste ano, um canhão encontrado foi o ponto de partida. Dados contidos no diário de Cristóvão Colombo também auxiliaram na localização.

Inicialmente as investigações não foram invasivas. Limitaram-se a medições, análises fotográficas, detectores de metais sofisticados e varredura de sonar para estudar os restos. O navio ainda tem atributos que garantem a escavação. Está localizado na área exata em que Colombo afirmou ter encalhado o Santa Maria, há quinhentos anos atrás.

 Cristóvão Colombo saiu da Espanha em agosto de 1492, sob patrocínio do rei Ferdinando II e da Rainha Isabel. A viagem teve como objetivo encontrar uma rota para o oeste para a China, a Índia e encontrar o ouro e as especiarias do Oriente. Mas a terra, que os marinheiros puseram os olhos, em outubro de 1492, era uma ilha no Caribe.

Santa 03Entre as ilhas em que Colombo pisou estava Hispaniola, que é dividida entre o Haiti e a República Dominicana. Colombo estabeleceu ali um forte antes de retornar à Espanha.

Em dezembro daquele ano, a Santa Maria acidentalmente encalhou na costa da ilha. Algumas disposições do navio, que media cerca de 36 metros de comprimento, e as pranchas foram usadas pela guarnição do forte.

Colombo retornou para a Espanha com os dois restantes navios, o Nina e o Pinta, em janeiro de 1493

 Fontes: http://www.independent.co.uk/ – http://edition.cnn.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>